29/09/2014 - Tesouros arqueológicos estão ameaçados em Joinville

Os 42 sambaquis cadastrados pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em Joinville correm risco de desaparecer sem o apoio financeiro necessário para estudo e preservação destes sítios arqueológicos. Pelo menos 10 ficam em área urbana e são frequentemente ameaçados pelo crescimento imobiliário ou exploração econômica de seu território. Além disso, estão sujeitos a atos de vandalismo. No entorno do sambaqui da rua Guaíra, no bairro Aventureiro, por exemplo, moradores já relataram em outras ocasiões terem encontrado garrafas de bebidas alcoólicas vazias e até camisinhas.

Em casos raros, o MASJ (Museu de Arqueológico do Sambaqui de Joinville) encontra pessoas como os sócios Avelar Swarowsky e Célio Gomes, que adotaram um sambaqui e auxiliam na preservação.

Porém, a interferência humana não é a única ameaça aos sambaquis. Os cerca de 32 sítios localizados em ilhas ou na área rural desaparecem pela erosão flúvio-marinha, que causa o desmoronamento de camadas arqueológicas. Isso tem ocorrido em sambaquis como o Morro do Amaral 1, na zona Sul da cidade. O sítio, inclusive, corre risco de desaparecer sem ao menos ter sido estudado.

Outro sambaqui ameaçado pela erosão flúvio-marinha é o Cubatão 1, na margem do rio Cubatão. Devido ao movimento das marés, quase um metro do sítio é removido por ano. A marola produzida pelas embarcações também ajuda a acelerar o desaparecimento do sítio. As arqueólogas do MASJ, Dione da Rocha Bandeira e Beatriz Ramos da Costa, afirmam que bastaria colocar um gabião para escorar a parede do sítio, evitando seu desmoronamento. No entanto, a ideia esbarra na falta de recurso financeiro.

Após quatro anos tramitando no Ministério da Cultura, as arqueólogas do MASJ conseguiram aprovar o projeto de pesquisa que prevê a captação de R$ 120 mil. Empresas da cidade podem financiar o projeto e abater o dinheiro no imposto de renda.

Leia mais no endereço abaixo:

Fonte: http://ndonline.com.br/joinville/noticias/198958-sambaquis-de-joinville-estao-ameacados.html

Archaeos - Consultoria em Arqueologia


Endereço: Figueiras Shopping - Rua Aquidaban 714, sala 51

Telefone: (53) 3231-7173 / (53) 8404-3014 / (53) 8402-5602

Email: contato@archaeos.com.br

CNPJ: 10.292.109/0001-01

© Archaeos Consultoria em Arqueologia - 2014

Site criado e mantido por Starweb